E Além do Infinito

Vai saber o porquê, mas quando vi a atuação de Matthew McConaughey em True Detective, imaginei que o cara seria perfeito caso vingasse um remake de 2001 Uma Odisséia no Espaço, simplesmente pela fisionomia a ser aproveitada nas contorções faciais na viagem além Júpiter.

Coincidentemente o ator foi escolhido para protagonizar Interstellar, o novo filme de Christopher Nolan.
Nas últimas semanas fomos recebidos com grandes notícias sobre a “caminhada” espacial. Os lamentáveis fracassos como da nave Antares e da SpaceShipTwo, a primeira, felizmente não era tripulada, mas a outra, da Virgin Galactic, culminou na morte do piloto.
Hoje, esse afloramento da conquista do espaço está fluindo para as empresas privadas. Delegando desafios que antes eram assumidos por grandes potências, basta lembrar a corrida espacial dos anos 60, entre EUA e URSS.
2001 foi lançado em 1968, o homem deu o primeiro passo na Lua em 1969.
Não espero alguém pisar em solo marciano ainda no próximo ano, após Interstellar ser exibido para milhões de pessoas.
Mas seria interessante que o cinema pudesse despertar essa vontade em pequenos corações e ajudar a alavancarmos de vez o desbravamento além Lua, ao ponto de conquistarmos grandes planetas.
Pelo trailer, Interstellar foca na busca por um novo lar, visto que a Terra enfrenta uma aparente escassez irreversível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s